Após uns dias no nosso Algarve, fomos até ao Sul de Espanha numa escapadinha a Sevilha.

Que boa surpresa!

Há muitos anos que não ia a Sevilha e fiquei com uma enorme vontade de voltar pois foi um fim de semana muito bem passado.

Sevilha está em alta e em alta estavam também as temperaturas, o que é normal em Agosto, por isso o melhor é aproveitar o fim de tarde e as noites quentes para passear pela cidade.

No centro histórico, cada rua é uma agradável e inesperada surpresa. Há bares e restaurantes com esplanadas ao longo de cada uma. São espaços modernos sem perderem, no entanto, a sua típica traça espanhola e onde podemos deliciar-nos com maravilhosas tapas que derrubam qualquer dieta!

É uma cidade famosa pelo flamenco, com o qual é fácil cruzarmo-nos numa qualquer rua do centro. Porém, para apreciar um verdadeiro espectáculo de flamenco há que procurar os bairros mais típicos de Sevilha. Pelas pesquisas que fiz, o melhor é ir até Triana, onde espero ir numa próxima visita.

É impossível passarmos na Plaza de la Encarnación e não repararmos na enorme estrutura de madeira que aí se encontra. É a maior do mundo! Trata-se do projecto Parasol Metropol, mais conhecido por Las Setas de Sevilla, que vale a pena visitar. Destaco o terraço panorâmico de onde se pode apreciar uma das melhores vistas da cidade. É acessível a cadeira de rodas e com entrada grátis a pessoas com mobilidade reduzida.

O centro histórico é riquíssimo, cheio de locais interessantes para visitar sendo uma cidade de grandes contrastes arquitectónicos, de vários estilos e épocas.  A Catedral de Sevilha, em estilo Gótico, uma das maiores do mundo,  foi classificada  Património da Humanidade pela UNESCO, em 1987, juntamente com o complexo Alcazar e o Arquivo das Índias.

O Parque Maria Luísa, a grande área verde de Sevilha, é perfeito para fugir às altas temperaturas que se fazem sentir na cidade. Também não podemos deixar de passar na majestosa Praça de Espanha, mandada construir para a Exposição Ibero-Americana de 1929.

Fomos ao famoso restaurante Casa Robles … muito bom!! E sim, tem casa de banho adaptada. Há que fazer a reserva para a sala de baixo, isto se não se optar pela esplanada.

Alojámo-nos no  Hotel M.A. Sevilla Congresos que é muito agradável, com todas as condições para quem tem mobilidade condicionada. Fica talvez bastante afastado do centro mas é uma opção mais em económica para quem vai de carro.

É muito fácil andar por Sevilha com passeios rebaixados e piso liso como é comum em Espanha.

Muito mais há para visitar nesta cidade cheia de história, de recantos e encantos. Lá voltarei!

JustGo!!

 

Links úteis:

Guia de Turismo acessível de Sevilha 

 

Author

Write A Comment

error: Content is protected !!